Saiba como limpar a orelha do seu cão corretamente

OrelhaCachorroLimpar as orelhas de seu cão pode ser algo mais fácil que você imagina, mas claro que a limpeza deve ser feita com muita atenção. Devemos lembrar que as orelhas são órgãos sensíveis dos nossos amiguinhos, além de checar se há sinal de feridas ou sujeiras.

O canal auditivo dos cachorros é horizontal, em formato “L”, que o deixa mais propício a ter problemas de ouvido. Orelhas grandes e sujas podem causar inflamações e infecções, fungos e bactérias nos ouvidos.

Alguns sintomas de que o cachorro pode estar com problemas de ouvido:

O cachorro balança demais a cabeça, algo o parece incomodar; cheiro forte no ouvido; aparece feridas na parte interna da orelha.

Veja o passo a passo de como limpar a orelha do seu cachorro:

  • Devemos analisar como está a orelha do cachorro. Caso você ache que está muito suja, com forte odor e/ou machucada, leve o seu cãozinho ao veterinário.
  • Após breve análise, devemos separar o material para a limpeza. Um frasco de loção para limpeza de ouvidos caninos e algodão.
  • Aplique o produto dentro da orelha do cachorro.
  • Massageie a orelha de forma a espalhar o produto e também amolecer a sujeira.
  • Pegue uma bolinha de algodão e comece a retirar a sujeira da orelha, se o algodão estiver sujo, troque por outro e continue a limpeza até não haver mais sujeira ou líquido no ouvido do cachorro. Repita o procedimento na outra orelha.
  • Recomendamos uma recompensa por bom comportamento.
  • Alguns cuidados que devemos tomar ao limpar a orelha do cachorro:
  • Não use cotonetes, o uso incorreto pode acarretar danos ao ouvido do seu cachorro. Esteja preparado para uma reação do animal. O ouvido é uma parte sensível, e normalmente os cachorros se sentem incomodados.
  • Peça a ajuda de alguém para segurar o cachorro. Jamais improvise, não utilize objetos pontiagudos. O recomendado é utilizar somente o dedo com algodão. Não utilize água dentro do canal auditivo do cachorro. O acúmulo pode levar a formação de bactérias e fungos.

Fonte: Ribeirão Preto Online